Fim das férias? Como iniciar o ano positivamente?

As crianças precisam de rotina e de independência nos estudos, parece simples, mas é complexo. Aproveite o fim das férias para alterar a dinâmica da sua casa e começar o ano letivo positivamente!

Muitos pais têm dúvidas se devem ou não sentar para estudar com os seus filhos. O principal é que as crianças aprendam a fazer a lição de casa e estudar sozinhas e, caso haja dúvidas, elas poderão questionar e recorrer aos pais.

Nunca faça pela criança.

Também não contrate professores particulares apenas para evitar possíveis notas vermelhas futuras. Deixe a criança mostrar o desempenho dela de forma “natural”.

A criança também não precisa levar tudo correto para a escola. Se ela te pedir ajuda indique e peça que ela leia novamente e faça uma revisão do que foi feito. O objetivo é que ela corrija isso na escola, com o apoio da professora e dos colegas. Os pais devem acolher e supervisionar, esteja próximo!

Crie uma rotina de estudo.

É interessante que a lição seja feita em um local adequado, livre de possíveis distrações. Se for possível crie um cantinho do estudo. Também faça um quadro de rotina junto com a criança para ela visualizar o seu dia a dia e inclua o momento da lição de casa/estudo e também do lazer. Mostre que o treino dos exercícios e leitura é fundamental diariamente.

Não exija notas altíssimas, o foco é no aprendizado e no processo para se alcançar ele e não somente nas notas altas e, nem sempre, elas representam o maior nível de “sabedoria”. Desejamos, entre tantas coisas, filhos emocionalmente saudáveis, certo? Para isso, foco no processo do estudo e não somente no resultado.

Promova e construa o hábito também com os seus exemplos.

Se você tiver o hábito da leitura, do estudo – independente do tema, ela observará a sua dedicação e também consolidará a dela.

Por fim, se você tem “trauma” de Matemática, por exemplo, tente não transparecer isso para o seu filho. Pode ser uma dificuldade sua e não, necessariamente, a dele!

Vamos juntos? Sempre com muito amor, por favor!

Baixe o nosso eBook gratuito para saber mais. Clique aqui!